comunicador, consultor e ativista
MIRA FILMES, famílias

MIRA FILMES, famílias

audiovisual, LGBT, LGBTI+, workshop
MIRA FILMES, famílias

MIRA FILMES, famílias

Com a PAJUBÁ, Diversidade em Rede, e em parceria com as ativistas Regina Facchini e Erika Hilton, organizei um workshop sobre a história do movimento LGBTI+ no Brasil para a Mira Filmes, que estava em processo de produção da série “FAMÍLIAS”, sobre agrupamentos familiares de pessoas LGBTI+ periféricas na cidade de São Paulo. (mai/2017)

No encontro, buscamos dar uma dimensão histórica, política e afetiva das vivências LGBTI+ na cidade ao longo dos últimos 40 anos. Também buscamos estabelecer uma conexão entre a existência das famílias LGBTI+ e as experiências de exclusão da comunidade LGBTI+ periférica de SP, que interseccionam gênero, sexualidade, raça e classe.

A série foi exibida na TV Cultura, no canal Futura e na TV Brasil.

SINOPSE DA SÉRIE “FAMÍLIAS”

Em São Paulo, algumas famílias nada tradicionais estão se articulando em prol dos direitos LGBT. Com sobrenomes como D'Matthah, Vallentyne Lawinny, Mad Queen, Lobos ou Stronger, essas famílias são grupos compostos por jovens e adolescentes LGBT vindos da periferia, que resolveram se unir não pelo laço de sangue, mas pelo afeto e pelo desejo de conquistar o espaço público sem medo, sem se sentirem discriminados. A origem de cada família varia. Remontando a meados dos anos 2000, elas congregam hoje centenas de membros, em sua maioria entre 16 e 20 anos, que se dividem nos papéis de pai, mãe, filho ou filha. A série Famílias pretende revelar o perfil de cada um desses grupos de jovens e adolescentes. Cinco famílias serão retratadas, com foco sobre três de seus integrantes, em episódios de 26 minutos de duração.

Direção: André Bomfim e Paula Sacchetta

Gênero: Documentário

Quantidade de episódios: 5

Duração de cada episódio: 26 minutos